Página Inicial | Fale Conosco | Telefones
    Siga e curta nas redes Sociais
 (86) 99850-3761
 ouvidoria@pedroii.pi.gov.br
POSTADA EM: 12/12/2017 às 10h57    POSTADOR: SEMCOM - PEDRO II
Pedro II Sustentável: Paulo Dantas fala sobre a oportunidade do evento para música
A música instrumental e o resgate das tradições e ritmos pedrossegundenses é a meta

O músico Paulo Dantas fala a respeito da experiência de apresentar seu conhecimento na área através de Master Class no Memorial Tertuliano Brandão Filho: “Para mim é um prazer, estou com meu parceiro Robertinho Chinês que é de São Luís (MA) para fazer o show e eu fico muito feliz com esse tipo de projeto, porque eu participo em Teresina, minha cidade, eu participo da feitura dos projetos e da organização como um todo e sou o coordenador de uma escola de música. Então eu sei o quanto é importante uma escola de música para uma cidade, porque não é nem só o reverb [repercussão] social de tirar os meninos da marginalidade, mas é porque dá carreira para muita gente, dá perspectiva, dá um novo olhar para muita gente que nem tinha esse olhar. Isso é muito importante para a escola e o projeto como um todo.”

 

A juventude de novos cantores e instrumentistas na carreira artística

Paulo Dantas fala também quais os passos necessários para que essa juventude de novos cantores e instrumentistas se projete na carreira artística através da escola de música: “A princípio seria não ‘cobrar’ que ele seguisse na carreira artística, seria chamar quem de fato tivesse interesse em participar: porque a música ela é uma coisa de essência do ser humano. Porque às vezes você fica cobrando demais, estabelecendo limites demais, condução demais, você termina perdendo... sabe? Uma coisa espiritual muito forte. Você quer fazer demais um músico à força, a duras penas, ‘na ponta do facão’ como se diz, e termina não fazendo nada e a pessoa sai.” “Então, a princípio, quem vai para a escola é pegar quem tem interesse de estar no contexto, inserido. ‘Ah, não toco nada...’ Não tem problema, mas venha! A gente descobre sua aptidão e aí é que a gente vai fazer de fato com que aquela pessoa através dos estímulos consiga vencer.”

Tradições culturais e valorização da arte

Além disso, Paulo Dantas fala a respeito da relevância e do quão importante são as tradições culturais e a valorização da arte, por meio da criação de uma escola de música, em espaço cultural no centro histórico da cidade, no Memorial Tertuliano Brandão Filho: “A escola é muito importante, está bem localizada, bem acessível para todos, e tem que ser acessível também nesse sentido de todos poderem estudar. E de que o repertório colocado, embora tenha liberdade de aprendizado, mas que oriente e que norteie para a revitalização dessa cultura.”

Sobre a meta da escola de música, ele acentua o que vem a ser almejado: “Por exemplo: Qual é o ritmo que é praticado em Pedro II? Tem que tentar descobrir isso! Tocado é forró, em todo lugar do Nordeste, tocado é forró. Então, de fato, qual é o ritmo pedrossegundense? Ah, é o pagode de Pedro II, é o congo de Pedro II, enfim, é o reisado de Pedro II... Tentar atrair as pessoas para essa revitalização cultural com música como ferramenta, mas através desses ritmos. E talvez seja reunir o útil ao agradável e você consiga muito mais.”

Envolvimento da população com a música instrumental

Paulo explica que depois desse contato inicial, de musicalização e de troca de experiência com o público, tem o momento na praça para envolver ainda mais a população na música instrumental: “O show é de música instrumental como você falou mas o jazz na verdade o que a gente chama de jazz é uma linguagem de improvisação. Por exemplo, você vai tocar samba mas ali você vai improvisando, numa linguagem de improvisação: termina virando jazz! Virando jazz não no sentido rítmico mas do todo, do entendimento. E esse repertório está bem popular para trazer as pessoas o mais próximo que a gente pode.”

“Então o repertório é montado pelo que você percebe: se as pessoas estiverem frias e não estiverem participativas, você tenta botar uma música diferente para que elas possam interagir. Então o repertório é montado assim; e não uma coisa engessada, como se fosse um concerto numa sala de concerto.”

A escola de música de Pedro II vai funcionar no Memorial Tertuliano Brandão Filho. As instalações já estão sendo preparadas para recepcionar os alunos, com sala equipada com cadeiras ergonômicas, quadro de acrílico para ensino de partitura musical e, em breve, os instrumentos.



COMENTÁRIOS
 
.:: Mais Notícias sobre Geral
16/01/2018 Coleta seletiva de lixo é assunto de reunião na secretaria municipal de Meio Ambiente de Pedro II
16/01/2018 Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos presta ações à sociedade em Pedro II
12/01/2018 Secretaria municipal de Turismo elenca principais ações da pasta


  • ENQUETE
  • AGENDA

Que área dentro do Empreendedorismo você acredita que seria interessante haver uma programação de evento no município de Pedro II?

 Empreendedorismo Rural 55%

 Empreendedorismo Artesanal 14%

 Empreendedorismo Social 10%

 Empreendedorismo Tecnológico 4%

 Empreendedorismo Comercial 16%


nenhum registro encontrado!




  •  (86) 99850-3761  
  •  ouvidoria@pedroii.pi.gov.br   

© Copyright 2003/2018, Prefeitura Municipal de Pedro II - PI - Todos os direitos reservados.